28 de junho de 2013

ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO

"A flor desabrocha porque os raios de sol a tocam e aquecem o botão, tornando-se um com ele.
A meditação não revela um conceito de verdade, mas sim uma visão direta da própria verdade. É isso que chamamos de insight, o tipo de entendimento baseado na atenção e na concentração.
Pensar significa pegar blocos de concreto de cinzas no empório da memória e construir monumentos. Chamamos esses edifícios e palácios de pensamentos. Esse pensamento, porém, não tem valor criativo por si mesmo. É somente quando iluminado pelo entendimento que o pensamento adquire uma verdadeira substância.
O entendimento não surge como resultado do pensamento. Ele é resultado do longo processo de percepção consciente.
Algumas vezes o entendimento pode ser traduzido em pensamentos, mas com freqüência os pensamentos são excessivamente rígidos e limitados para conduzir muito entendimento.
Algumas vezes um olhar ou um sorriso expressa muito melhor o entendimento do que palavras ou pensamentos."

Thich Nhat Hanh

26 de junho de 2013

CINTURÃO DE RADIAÇÃO TEMPORÁRIA NA ATMOSFERA TERRESTRE


Os cientistas há muito acreditava que os cinturões de radiação de Van Allen em na atmosfera superior da Terra, descoberto em 1958, consistia de dois anéis em forma de rosquinha de partículas altamente carregadas - um anel interno de elétrons de alta energia e íons positivos energéticos e um anel externo de elétrons de alta energia.
No entanto, em fevereiro deste ano, uma equipe de cientistas relatou a descoberta surpreendente de um até então desconhecido terceiro anel de radiação .
Este anel estreito tinha brevemente circulou a Terra entre os anéis interno e externo em setembro de 2012 e, em seguida, desapareceu quase completamente.


Um diagrama mostrando cinturões de radiação de Van Allen da Terra, juntamente com um cinto mais recentemente descoberto que contém matéria interestelar preso. Crédito: NASA / Van Allen Sondas / Goddard Space Flight Center

Como esse cinturão de radiação temporária aparecer e dissipar?

Na nova pesquisa financiado pela NASA, que lançou as sondas gêmeas de Van Allen, no verão de 2012, o grupo cinturão de radiação no Departamento de Ciências Atmosféricas e Oceanic UCLA explica o desenvolvimento desta terceira faixa e sua decadência ao longo de um período de pouco mais de quatro semanas.

Através da realização de um "tratamento quantitativo do espalhamento de elétrons relativísticos pelo assobiador ondas eletromagnéticas dentro do modo denso plasmasfera", os pesquisadores foram capazes de explicar a "decadência distintamente lenta da injetada relativista fluxo de elétrons".
O experimento demonstra por este cinturão de radiação terceiro inusitado é observado apenas em energias acima de 2 mega-elétron-volts.
 

Clique na imagem para ampliar
Um gráfico descrevendo as gêmeas de Van Allen Sondas em órbita dentro do campo magnético da Terra.Crédito: JHU / APL

Compreender os processos que controlam a formação ea perda definitiva desses elétrons relativísticos é um objectivo primordial da ciência Allen Mission NASA Van Probe e tem importantes aplicações práticas, porque as enormes quantidades de radiação dos cinturões de Van Allen geram pode representar um risco significativo para satélites e naves espaciais, bem como para os astronautas realizar atividades fora de uma nave espacial.
A pesquisa está disponível na edição online da revista Geophysical Research Letters será publicado em uma futura edição impressa.

MessageToEagle.com

Referência

24 de junho de 2013

AS MAIS ANTIGAS PINTURAS RUPESTRES SEGUNDO ARQUEÓLOGOS

Os arqueólogos acreditam que estas são as mais antigas gravuras rupestres conhecidas na América do Norte. Estas representações intrigantes dos seres sobrenaturais foram estrategicamente colocados para revelar um enigma cosmológico.
As pinturas e esculturas foram espalhadas ao redor das cavernas e rostos blefe do Planalto Cumberland durante séculos, deixadas pelos ancestrais dos povos nativos americanos do Sudeste.
Agora, um grupo de cientistas, liderado por professor de antropologia Jan Simek, na Universidade do Tennessee, Knoxville propuseram que arte rupestre mudou a paisagem natural para refletir um universo tridimensional central para a religião do período pré-histórico Mississipiano.
"Nossos resultados fornecem uma janela para o que as sociedades nativas americanas eram como começa mais de 6.000 anos atrás", disse Simek.
"Eles nos dizem que os povos pré-históricos no Cumberland Plateau, uma seção das Montanhas Apalaches, usou o ambiente de sequeiro, em vez distintivo para mapear seu universo conceitual sobre o mundo natural em que viviam."

Uma figura de pássaro vertical tem os braços e as mãos e prende armas cerimoniais no alto, ladeado por eixos com lâminas saindo de rostos humanos, nesta pintura caverna Tennessee desde o século 14. Crédito da imagem: University of Tennessee

"O que é interessante é que se estende por uma área literalmente na linha de Kentucky para baixo no norte do Alabama", disse Simek. A maioria deles são entre 500 e 900 anos, mas a datação por radiocarbono indica uma pintura de um caçador em centro-leste do Tennessee foi previsto há 6.000 anos. Isso tornaria a representação mais antiga da América do Norte, conhecido até o momento, disse ele.

Simek e sua equipe analisaram 44 sítios de arte ao ar livre, onde a arte é exposta à luz e 50 locais de arte rupestre no Planalto Cumberland não destrutivos, utilizando ferramentas de alta tecnologia, como um scanner a laser de alta resolução. Através da análise das representações, cores e organização espacial, eles descobriram que os sites de imitar os princípios cosmológicos das pessoas nativas do sudeste.

"Os sites de arte, predominantemente encontrados em cavernas, apresentam personagens sobrenaturais, serpentes sobrenaturais e cães que acompanhavam os seres humanos mortos no caminho das almas", escreveram os cientistas em seu artigo. As imagens são em grande parte pintado de preto, uma cor associada com a morte.
"Há uma pequena caverna na parte do meio do Tennessee, uma pequena caverna que contém mais de 400 imagens gravadas que são extraordinárias", disse Simek.
"Alguns deles são pequenos - tão pequena que, se você não sabe como olhar para eles, você nunca iria encontrá-los."
"As divisões cosmológicas do universo foram mapeados para a paisagem física com o alívio do Planalto Cumberland como uma tela topográfico", disse Simek.
O "mundo superior" incluído corpos celestes e as forças meteorológicas personificadas em personagens míticos que exerceram influências sobre a situação humana. Principalmente sítios de arte ao ar livre localizadas em altas altitudes tocados pelo sol e as estrelas possuem essas imagens. Muitas das imagens são desenhadas na cor vermelha, que foi associado com a vida.

A cruz? Um cometa? A estrela? Este símbolo, encontrado em Dunbar caverna em Clarksville, Tennessee, é comumente visto na iconografia religiosa a partir de 1300. Crédito da imagem: University of Tennessee

"Isso está olhando para algumas das partes mais dramáticas do céu, especialmente nos meses de primavera e verão", disse Simek. "E nós sabemos que o relacionamento deles era tal que prestou atenção a fenômenos celestes, mas eles também acreditavam em um universo que foi mergulhado".

O "mundo do meio" representava o mundo natural. Uma mistura de sites de arte rupestre ao ar livre e abraçar o meio das imagens do planalto e característica de pessoas, plantas e animais, principalmente de caráter secular.


Uma imagem de uma coruja horned ficou impressionado no barro molhado de lama Caverna Glyph, Tennessee, por volta de 1300 AD. Crédito da imagem: University of Tennessee

O "mundo inferior" foi caracterizado pela escuridão e perigo, e foi associado com a morte, transformação e renovação. Os sítios de arte, predominantemente encontrados em cavernas, apresentam personagens sobrenaturais, serpentes sobrenaturais e cães que acompanhavam os seres humanos mortos no caminho das almas. A inclusão de animais como aves e peixes que poderiam atravessar as três camadas representa a crença de que as fronteiras eram permeáveis.

Muitas dessas imagens estão representados na cor preta, que foi associado com a morte.
"Este universo em camadas foi palco de uma variedade de atores que incluía heróis, monstros e criaturas que podem cruzar entre os níveis", disse Simek.
Curiosamente, as armas são raramente apresentados em qualquer um dos sites de arte.
Esta pintura rupestre encontrada no leste do Tennessee, descrevendo um caçador com um animal de quatro patas, tem mais de 6.000 anos de idade - a mais antiga ainda conhecida na América do Norte. Crédito da imagem: University of Tennessee


Uma imagem gráfica antiga Native American encontrado em uma rocha no norte do Alabama apresenta uma linha curva longa e um círculo desapareceu atrás. Crédito da imagem: University of Tennessee

"Muitas vezes alguns dos seres humanos que são retratados fora de cavernas estão fazendo os tipos de coisas de outro mundo", disse Simek.

"Muitas vezes, as mãos e os pés são estendidos, e eles têm dígitos muito alongados, como se eles estão chegando na rocha ou na rocha."

Muitos nativos americanos acreditavam que as fronteiras entre o mundo espiritual eo natural são permeáveis, e coisas como pedras, árvores e fontes de água - incluindo cavernas - "eram lugares esses limites podem ser ultrapassados." MessageToEagle.com

Referência

19 de junho de 2013

SEMPRE EM PROL DA PAZ

Em meio a tantas manifestações desde a semana passada não poderia deixar de comentar algo a respeito. A minha opinião descrita abaixo , não é a verdade, mas a minha verdade .
Pois bem, sabemos que muito precisa mudar, inclusive no ser humano. Mas começar uma reforma íntima dá muito trabalho!!

O povo quer ser feliz! O povo quer trabalhar! O povo quer estudar! O povo quer se curar! O povo quer passear em segurança! O povo quer se manifestar e alguns poucos apenas badernar! Vamos mudar, mas  pela conscientização da mente humana! 

Observando os protestos, que ocorrem um após outro, enxergo um país que finalmente se levanta, mas ao mesmo tempo, vejo também uma divisão, que nos impede de alcançar um estado melhor do ser e prosperar.

Aprovo todas as manifestações do povo. Estão em seu total direito!! As transformações precisam acontecer, mesmo que seja desse modo, mas ainda assim, uma reestruturação de dentro pra fora não seria de todo mal, assim como uma renovação na percepção sobre o tudo e o todo.

Tomara que esta última, 'também' esteja ocorrendo no íntimo (consciência) de todos, caso contrário, daqui a um ou dois meses não será mais tocado no assunto... a sabedoria não terá evoluído um grau que seja, porque o povo esquece, e esquece rápido, nem se lembra em quem votou na última eleição.
Espero que a mente humana esteja consciente 
e autoconsciente, para que as "coisas" comecem a mudar de forma plena! 
Se os protestos causarão a mudança e a aumentará ou a mudança da percepção é a causa dos protestos, somente o tempo poderá comprovar este fato. No meu entender, os protestos despertam uma sede de lutar por melhorias na situação atual do país, isso é  válido, quando feito pacificamente! Agora, é preciso saber, até onde vai essa sede de lutar para que a 'verdadeira' regeneração ocorra.
A repercussão dos fatos na mídia, (que manipula tudo) é imensa.
Assim como é grande, o número de pessoas que vão aos estádios (esses ficam lotados), para assistir futebol, (consumir a vera), ou em época de eleições, votar em alguém achando que estão exercendo a 'democracia'; mal sabem que as urnas podem ser fraudadas na cara dura. Ganha quem eles querem, uma vez que, o voto é obrigatório, ou seja, mesmo que você 'vote', já está no esquema deles!!

Abaixo um vídeo sobre a manipulação nas urnas no Maranhão:



Faça uma análise pessoal de tudo que está ocorrendo no Brasil... no planeta...no universo... e perceba melhor o seu interior e  a influência no exterior.

Como para quaisquer atitudes é preciso preparo interno para começar (equilíbrio, firmeza na vibração, postura emocional)... estar ciente e consciente das consequências. Juntos somos fortes, separados somos vencidos. Vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos com pensamento firme na força que vem de dentro e que pode reformular quaisquer situações em prol da esperança, boa vontade e paz.

Obs.:
Esse blog se chama Fontes de Luz porque pesquiso todas as vertentes em busca de informações, uso meu filtro interno e tiro minhas conclusões naquele momento; até porque, não me envergonho de mudar de ideias, e sim de não ter ideias para mudar. 

Até a próxima!
Abraços!

17 de junho de 2013

INTEGRAÇÃO DA POLARIDADE- O JOGO UNIVERSAL

Integração da polaridade significa a integração dos dois opostos. No nosso universo o “jogo da evolução espiritual” é chamado Integração da Polaridade. Nós estamos aqui para integrar os dois opostos, Luz e a Escuridão.

A Luz pode ser descrita como amor, alegria, felicidade e todas as emoções conectadas com os chacras superiores. A Escuridão pode ser descrita como o medo, raiva, culpa, vergonha e todas as emoções conectadas com os chacras inferiores.

A Luz representa a “recompensa”, contentamento, felicidade, alegria. A Escuridão representa a “lição”, o desafio. As dores emocional-físicas, as emoções de medo e raiva, são as que devemos aprender e valorizar como parte da lição.

Compaixão é o objetivo do jogo. Compaixão é o ponto de integração, o ponto médio dos dois opostos. Quando uma alma alcança a compaixão verdadeira, ela sente aceitação por ambos os lados, julgando nenhum dois como inerentemente bom ou mau. Atingir a compaixão ou integração significa que a alma vê o valor na Luz e a Escuridão, e escolhe ter os dois em porções balanceadas, como parte de si mesma.

Cada alma neste universo está participando do Jogo da Integração da Polaridade a fim de alcançar a evolução espiritual e a reunião eventual com o Criador Divino, a Fonte, Tudo que Existe.

Um dos grandes desafios do Jogo da Integração da Polaridade é encontrar o valor na Escuridão. A Escuridão é um prédio escolar, e as aulas são as lições que desejamos aprender a fim de alcançar o balanço de ambos dentro de nós mesmos.

Outro grande desafio é a nossa crença de que nos precisamos ficar na Luz. A Luz é como um lugar de férias numa ilha tropical. Ela é uma fuga do estresse e do esforço do crescimento espiritual. Nos nunca estivemos destinados a ficar lá porque ficando na Luz seria polarizar para esse extremo.

Polarizar tanto para a Luz quanto para a Escuridão estagna o crescimento espiritual. Elimina também a capacidade de procriar uma vez que a forma física esta parcialmente desligada emocionalmente. É preciso o equilíbrio de ambos os opostos polares para ser capaz de procriar sem problema.

A fim de alcançar nosso objetivo, nós todos representamos papéis que são da Escuridão e papéis que são da Luz. De outra maneira, nos não poderíamos integrar porque nós não teríamos a experiência desses opostos.

Nós alcançamos nossa evolução espiritual através de encarnações em diferentes escolas planetárias. Escolas planetárias têm vários graus de livre arbítrio e, portanto, proporcionam diferentes níveis de capacitação. A Terra é uma escola planetária com livre arbítrio total, dessa forma permitindo aqui a encarnação de almas que querem experimentar a total extensão das suas criações e escolhas. Planetas com este grau de livre arbítrio são chamados “Grande Experimento”. Tem havido apenas outros dois no nosso universo.

Nós, o povo da Terra, chegamos agora ao final do nosso jogo planetário. Nós devemos agora abrir nossos bancos de memória e recordar as regras do jogo.

Nós temos os códigos da compaixão em nosso DNA e as ferramentas dimensionais superiores estão sendo dadas a nós para nos permitir alcançar a compaixão. Nibiru retornou para estimular esses códigos dormentes e tornar acessível nossa memória.

Nós alcançaremos a integração? A escolha é nossa, e se nos conseguirmos, nosso planeta ascenderá dimensionalmente e o restante do universo seguirá o processo.

12 de junho de 2013

O QUE É ANTIMATÉRIA?

Essa com certeza não é uma pergunta fácil de responder nem tampouco de entender.

Antimatéria é exatamente o que você pode estar pensando que é - o oposto da matéria normal, da qual é feita a maior parte do nosso universo. Até pouco tempo, a presença da antimatéria no nosso universo era considerada apenas uma teoria. Em 1928, o físico britânico Paul A.M. Dirac revisou a famosa equação de Einstein, E=mc2 e concluiu que Einstein não considerou que o "m" na equação - massa - poderia ter propriedades tanto negativas como positivas. A equação de Dirac (E = + ou - mc2) permitiu considerar a existência de antipartículas no nosso universo. Cientistas, desde então, provaram que existem várias antipartículas.
Essas antipartículas são, literalmente, imagens-espelho da matéria normal. Cada antipartícula possui a mesma massa que a sua partícula correspondente, mas as cargas elétricas são inversas. Aqui vão algumas descobertas sobre antimatéria no século XX:

pósitrons - elétrons com uma carga positiva ao invés de negativa. Descobertos por Carl Anderson em 1932, os pósitrons foram a primeira evidência de que a antimatéria existe;

antiprótons - prótons que possuem uma carga negativa ao invés da carga positiva normal; em 1955, pesquisadores de Berkeley Bevatron produziram um antipróton;

antiátomos - emparelhando pósitrons e antiprótons, cientistas do CERN (em inglês), a Organização Européia para a Pesquisa Nuclear, criaram o primeiro antiátomo; nove átomos de anti-hidrogênio foram criados, cada um durando apenas 40 nanosegundos; já em 1998, pesquisadores do CERN estavam impulsionando a produção de átomos de anti-hidrogênio para 2.000/h.

Quando a antimatéria entra em contato com a matéria normal, essas partículas iguais, mas opostas, colidem para produzir uma explosão emitindo radiação pura, que é emanada a partir do ponto da explosão à velocidade da luz. Ambas as partículas que criaram a explosão são totalmente aniquiladas, deixando para trás outras partículas subatômicas. A explosão que ocorre quando antimatéria e matéria interagem, transforma toda a massa de ambos os objetos em energia. Os cientistas acreditam que esta energia é mais poderosa do que qualquer outra que possa ser gerada por outros métodos de propulsão.

Então, por que ainda não construímos um motor de reação matéria-antimatéria? O problema em desenvolver a propulsão de antimatéria é que há uma falta de antimatéria existente no universo. Se houvesse quantidades iguais de matéria e antimatéria, provavelmente, veríamos essas reações ao nosso redor. Como não existe antimatéria ao nosso redor, nós não vemos a luz que resultaria da sua colisão com a matéria.

A teoria mais aceita para a origem do universo é a do Big Bang que diz que tudo se iniciou numa grande expansão. Nos primeiros instantes o universo não era constituído por matéria, mas sim por energia sob forma de radiação. O universo então passou a expandir-se e, consequentemente, a arrefecer. Pares de partícula-antipartícula eram criados e aniquilados em grande quantidade. Com a queda de temperatura a matéria pôde começar a formar hádrons, assim como a antimatéria a formar antihádrons, pois matéria e antimatéria foram geradas em quantidades iguais. Atualmente, no entanto, parece que vivemos em um universo onde só há matéria. Como dito acima, a colisão entre partículas e antipartículas destrói ambas. Como pode ter havido mais partículas no início do universo, elas são tudo o que restou. Pode não haver antipartículas naturalmente existentes em nosso universo hoje. Entretanto, cientistas descobriram um possível depósito de antimatéria próximo ao centro da galáxia, em 1977. Se isso realmente existir, significaria que a antimatéria existe naturalmente, eliminando a necessidade de fabricação de nossa própria antimatéria.

Por enquanto, nós teremos que criar a nossa própria antimatéria. Por sorte, existe uma tecnologia disponível para criar antimatéria através da utilização de aceleradores de partículas de alta energia, também chamados de "destroça-átomos". Destroça-átomos, como o CERN, são grandes túneis revestidos com supermagnetos poderosos que os circundam para acelerar os átomos a velocidades próximas à da luz. Quando um átomo é enviado através deste acelerador, ele colide com um alvo, criando partículas. Algumas dessas partículas são antipartículas que são separadas pelo campo magnético. Esses aceleradores de partículas de alta energia produzem apenas um ou dois picogramas de antiprótons por ano. Um picograma é um trilionésimo de um grama. Todos os antiprótons produzidos no CERN em um ano seriam suficientes para acender uma lâmpada elétrica de 100 Watts por 3s. Seriam necessárias toneladas de antiprótons para viajar a destinos interestelares.

Referência

10 de junho de 2013

O MAGNETISMO É COMO UM ECO


Há uma força que não é física, por vezes foge-nos dos sentidos, que nos remete a uma vontade imensa de novas descobertas, o que faz mudar o nosso olhar a cada situação que antes já era determinada, passa a ser uma simples e inexplicável metáfora infinita.

(Regina Lanhelas)

7 de junho de 2013

VOCÊ É AQUILO QUE PENSA

Deepak Chopra

"Somos as únicas criaturas na face da terra capazes de mudar nossa biologia pelo que pensamos e sentimos!

Nossas células estão constantemente bisbilhotando nossos pensamentos e sendo modificados por eles.

Um surto de depressão pode arrasar seu sistema imunológico;

Apaixonar-se, ao contrário, pode fortificá-lo tremendamente.

A alegria e a realização nos mantém saudáveis e prolongam a vida.

A recordação de uma situação estressante, que não passa de um fio de pensamento, libera o mesmo fluxo de hormônios destrutivos que o estresse.

Suas células estão constantemente processando as experiências e metabolizando-as de acordo com seus pontos de vista pessoais.

Não se pode simplesmente captar dados brutos e carimbá-los com um julgamento. Você se transforma na interpretação quando a internaliza.

Quem está deprimido por causa da perda de um emprego projeta tristeza por toda parte no corpo - a produção de neurotransmissores por parte do cérebro reduz-se, o nível de hormônios baixa, o ciclo de sono é interrompido, os receptores neuropeptiídicos na superfície externa das células da pele tornam-se distorcidos, as plaquetas sanguíneas ficam mais viscosas e mais propensas a formar grumos e até suas lágrimas contêm traços químicos diferentes das lagrimas de alegria.

Todo este perfil bioquímico será drasticamente alterado quando a pessoa encontrar uma nova posição. Isto reforça a grande necessidade de usar nossa consciência para criar os corpos que realmente desejamos.

A ansiedade por causa de um exame acaba passando; assim como a depressão por causa de um emprego perdido.

O processo de envelhecimento, contudo, tem que ser combatido a cada dia.

Você quer saber como esta seu corpo hoje? Lembre de seus pensamentos de ontem. Quer saber como estará seu corpo amanhã? Olhe seus pensamentos hoje!

"Ou você abre seu coração, ou algum cardiologista o fará por você!"

Shakespeare não estava sendo metafórico quando Próspero disse:

"Nós somos feitos da mesma matéria dos sonhos."

5 de junho de 2013

ETERNO INFINITO

Acreditar na tua força é poderoso e transmutador. O fato de não acreditar em mais nada, ainda assim, a intuição continuará a existir. Ela pode não mudar o mundo, mas com certeza mudará o mundo de quem a percebe. E isso é o grande mistério revelado.

Somos o que pensamos ser!

(Regina Lanhelas)

3 de junho de 2013

O NEOCORTÉX HUMANO É MAIS COMPLEXO DO QUE UMA GALÁXIA - CARL SAGAN E ROGER PENROSE(VÍDEO)


6a00d8341bf7f753ef0191022b14c0970c-800wi
De acordo com o físico, Roger Penrose, que está em nossa cabeça é ordens de magnitude mais complexa do que qualquer coisa que se vê no Universo: "Se você olhar para todo o cosmos físico", diz Penrose, "nossos cérebros são uma pequena, minúscula parte dela . Mas eles são a parte mais perfeitamente organizado. comparação com a complexidade de um cérebro, uma galáxia é apenas um pedaço inerte ".


Cada milímetro cúbico de tecido do neocórtex, relata Michael Chorost na World Wide Mente , contém entre 860 milhões e 1,3 bilhão de sinapses. As estimativas do número total de sinapses na faixa neocortex 164.000.000.000.000-200.000.000.000.000. O número total das sinapses no cérebro como um todo, é muito maior do que isso. O neocorex tem o mesmo número de neurônios como uma galáxia tem estrelas: 100000000000.
"Todas as estrelas podem fazer é puxar um ao outro com gravidade", escreve Chorost, e, se eles são muito próximos, troca de calor. "
Estima-pesquisador que com a tecnologia atual, levaria 10 mil microscópios automatizados 30 anos para mapear as conexões entre cada neurônio em um cérebro humano, e 100 milhões de terabytes de espaço em disco para armazenar os dados.
Galáxias são antigas, mas a auto-consciência, linguagem de usar, cérebros ferramenta de decisão são muito novos na linha do tempo evolutiva, cerca de 200.000 anos de idade. A maioria dos neurônios no neocórtex ter entre 1.000 e 10.000 conexões sinápticas com outros neurônios. Em outras partes do cérebro, no cerebelo, um tipo de neurônio tem 150.000 a 200.000 conexões sinápticas com outros neurônios. Até mesmo o menor desses números parece difícil de acreditar.Uma pequena neurônio pode conectar-se a 200 mil neurônios.
"O universo poderia facilmente ter permanecido física e da química, apenas a poeira dispersa da explosão cósmica que deu origem ao tempo e espaço sem vida e simples, apenas", diz Richard Dawkins , o biólogo evolucionário Oxford famoso refletir sobre a maravilha da surgimento da vida na Terra e do processo evolutivo em seu clássico conto do antepassado .
"O fato de que ele não-o fato de que a vida evoluiu a partir de literalmente nada, cerca de 10 bilhão de anos após o Universo evoluiu literalmente do nada, é um fato tão impressionante que eu seria louco de tentar palavras para fazer justiça. E mesmo que não é o fim do assunto não só a evolução acontecer:. que levou a seres capazes de compreender o processo pelo qual eles compreendê-lo. "

Astronauta O neocórtex, latim para "nova casca", é o nosso terceiro cérebro, recém-humana em termos de evolução. É o que torna possíveis os nossos julgamentos e nosso conhecimento do bem e do mal. É também o local de onde a nossa criatividade emerge e casa para nosso senso de self.
O neocórtex, diz Carl Sagan em seus icônicos Cosmos , é o lugar onde "a matéria é transformada em consciência". É composta por mais de dois terços da nossa massa encefálica. O reino da intuição e da análise crítica, - é o neocórtex, onde temos as nossas ideias e inspirações, onde ler e escrever, onde se compor uma música ou fazer matemática. "É a distinção da nossa espécie", escreveu Sagan, "a sede da nossa humanidade. Civilização é o produto do córtex cerebral."
Sagan acredita que os extraterrestres terão cérebros ", lentamente acrescido pela evolução, como o nosso tem", e talvez compartilhar semelhanças. Ele acredita que qualquer sucesso civilização e durabilidade irá, por necessidade, ter resolvido as tensões dos nossos vários componentes cerebrais. Extraterrestres, também, "vai ter estendido a sua mente extrasomaticamente em máquinas inteligentes".
Sagan acredita que a construção de nossa capacidade de comunicar-se melhor, aprender melhor a língua ea cultura, com as culturas terrestres mais elevados - e estendendo a nossa inteligência em máquinas - que quando nós finalmente encontramos o Extraterrestre, nós e nossas máquinas estarão melhor preparados para * compreender a inteligência, linguagem e cultural constitui a * do outro, e máquinas. "Nós somos uma" encarnação local de um Cosmos crescido a consciência de si mesmo. "Nós nos tornamos" starstuff ponderando as estrelas ".


Referência
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA
Deve-se estar sentado confortável com a coluna vertebral bem direita. Começamos por inspirar profundamente pelo nariz e expiramos pela boca. Visualizamos a inspiração em energia branca e pura e a expiração levando todas as toxinas e energias negativas em névoas negras. Seguidamente concentramo-nos na energia do universo, das estrelas, dos planetas e focalizamo-nos em inspirar essa energia, preenchendo-nos completamente com ela. Sentimos o nosso corpo envolvido e preenchido com essa energia de paz e amor universal. Mantemos esta sensação durante cerca de dois minutos e depois, lentamente, pensamos somente em inspirar paz. Pensamos na paz e concentramo-nos na respiração desse sentimento, um sentimento de paz. Quando expiramos, enviamos paz também para o universo, preenchendo-o. Fazer esta respiração durante cerca de dois minutos e está-se pronto para a Meditação da Luz Dourada. Visualizamos de seguida, que inspiramos uma luz dourada. Sentimo-la a entrar para os nossos pulmões e a espalhar-se por todo o nosso corpo. Fazêmo-lo nove vezes. Passamos a respirar regularmente pelo nariz. Depois, começamos a visualizar uma linha dourada desde a base da espinha até ao topo da cabeça. Visualizamos essa linha dourada da grossura de um fio de electricidade. Fazêmo-lo nove vezes. Visualizamos então a grossura do fio dourado a aumentar lentamente até atingir a grossura de um lápis. Sentimos a luz dourada desde a ponta da espinha até ao topo da cabeça. Novamente sentimos a expansão da grossura da luz dourada até atingir a grossura de um dedo a fluir desde o topo da cabeça até à base da espinha. Agora, sentimos a luz a expandir-se para uma coluna de luz dourada que flui desde a base da espinha até o topo da cabeça. Visualizamos esta bela coluna de luz dourada a expandir-se lentamente até nos envolver completamente todo o corpo. Ficamos a sentir, pacificamente, essa luz dourada a envolver-nos. Agora, lentamente visualizamos a coluna de luz que nos envolve, a transformar-se num grande ovo de luz dourada que nos envolve completamente. Sentimos a sua paz e também a sua protecção. Tudo o que está dentro desse ovo cintila de energia, alimenta a nossa aura de energia e fortalece-a. Ficamos durante cerca de dois minutos sentindo-nos envolvidos por esse ovo de luz dourada. Depois, começamos a visualizar o encolhimento do ovo dourado. Primeiro sentindo-o voltar à forma de coluna, e depois lentamente sentimo-la encolher até à base da espinha e ao topo da cabeça. Depois sentimo-la a encolher lentamente até ficar do tamanho de um dedo, depois de um lápis, e finalmente, da grossura dum único fio dourado. Agora, sentimos a energia desse fio dourado a fluir desde a base da espinha até ao topo da cabeça e focalizamo-nos no ponto de intersecção das linhas do terceiro olho e do topo da cabeça. Respiramos por nove vezes, sentindo a energia da luz dourada nesse local da cabeça e depois, deixamos a energia fluir de novo para a boca, estômago, baixo abdómen, deixando-a dissolver-se aí lentamente. Respiramos fundo mais umas quantas vezes e sentimos toda a paz e protecção que essa luz dourada nos proporcionou. Sentimos que podemos fazer esse exercício sempre que quisermos, envolver-nos nessa luz dourada e fortalecer a nossa aura com a sua protecção e energia.

Seguidores

Follow by Email

“O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo.

O que for o teu desejo, assim será tua vontade.

O que for a tua vontade, assim serão teus atos.

O que forem teus atos, assim será teu destino.”

Brihadaranyaka Upanishad

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.
Seja LUZ !!!

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR
Desperte para a regeneração da alma e do próprio corpo físico, começando por se desintoxicar daquilo que desequilibra a tua saúde física. Depure e purifique teus pensamentos, olhando mais para o Sol da verdade, do que para as nuvens da ignorância. Quem se faz luz não teme a escuridão, nem nevoeiros passageiros. Sabe que tudo que não for essencialmente divino, passa e se transmuta. Sendo assim, transmute-se!