22 de abril de 2011

AMOR, COMPAIXÃO E SABEDORIA

Qual é o significado de “bodhicitta”? Geralmente, isso é traduzido como “mente ou pensamento de iluminação”. Significa a união de amor, compaixão e sabedoria.
Com amor, estendemos bondade para cada ser senciente.
Com compaixão, quando vemos qualquer um passando dificuldades, imediatamente fazemos o que quer que podemos para confortar e ajudar.
Sabedoria envolve aplicar amor e compaixão com habilidade e coragem, livre do apego ao ego. Já que apego ao ego transforma amor e compaixão em emoções negativas, inerentemente frustrantes, a sabedoria de compreender a vacuidade é indispensável.
Amor e compaixão se igualam na vacuidade, e à partir daí podemos demonstrar formas de amor e compaixão mais poderosas. Ajustamos nossos esforços de acordo com seres individuais e transformamos nossa tendência de nos apegarmos aos fenômenos.


Essas atividades de sabedoria são inseparáveis da bodhicitta. Amor e compaixão são coisas boas e maravilhosas, mas sem sabedoria, você não consegue levar aos seres sencientes o que eles realmente precisam.
“Sabedoria, que é chamada de a mãe dos budas, nada mais é do que a compreensão do vazio. Esse é o grande segredo do despertar. Todos os budas nascem dessa percepção, pois somente a sabedoria do vazio pode dar nascimento à iluminação. Sabedoria é a experiência direta, transformadora da realidade do vazio em nossas próprias vidas. É a certeza viva de que nada existe como uma entidade separada como normalmente acreditamos. [...] vazio e sabedoria são vistos como o princípio feminino da iluminação, inseparavelmente unidos com o princípio masculino da compaixão e dos meios habilidosos, ou método.
Compaixão não é apenas um sentimento de piedade e empatia, mas uma força ativa, uma energia fundamental que está incessantemente trabalhando para remover as causas do sofrimento. Não se pode evitar seu surgimento, porque na realização do vazio não existem fronteiras entre a própria pessoa e os outros. Compaixão é sensibilidade absoluta, amor imparcial e preocupação ilimitada por tudo na existência. É a expressão exterior natural da bem-aventurança da iluminação. [...] Meios habilidosos significam a aplicação da compaixão, a atividade iluminada que se esforça para remover o sofrimento e conduzir todos os seres conscientes em direção à suprema felicidade.
Vazio e compaixão são completamente interligados. A relação entre eles tem sido comparada à de uma chama e sua luz, ou a de uma árvore e suas folhas. A atividade no mundo não é verdadeiramente iluminada a não ser que brote da percepção de que, no sentido absoluto, nada está sendo feito ou precisa ser feito. Ao mesmo tempo, o coração desperto sente como seu próprio o sofrimento de todos que ainda não despertaram. [...]”
Francesca Fremantle, em “Vale Luminoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA
Deve-se estar sentado confortável com a coluna vertebral bem direita. Começamos por inspirar profundamente pelo nariz e expiramos pela boca. Visualizamos a inspiração em energia branca e pura e a expiração levando todas as toxinas e energias negativas em névoas negras. Seguidamente concentramo-nos na energia do universo, das estrelas, dos planetas e focalizamo-nos em inspirar essa energia, preenchendo-nos completamente com ela. Sentimos o nosso corpo envolvido e preenchido com essa energia de paz e amor universal. Mantemos esta sensação durante cerca de dois minutos e depois, lentamente, pensamos somente em inspirar paz. Pensamos na paz e concentramo-nos na respiração desse sentimento, um sentimento de paz. Quando expiramos, enviamos paz também para o universo, preenchendo-o. Fazer esta respiração durante cerca de dois minutos e está-se pronto para a Meditação da Luz Dourada. Visualizamos de seguida, que inspiramos uma luz dourada. Sentimo-la a entrar para os nossos pulmões e a espalhar-se por todo o nosso corpo. Fazêmo-lo nove vezes. Passamos a respirar regularmente pelo nariz. Depois, começamos a visualizar uma linha dourada desde a base da espinha até ao topo da cabeça. Visualizamos essa linha dourada da grossura de um fio de electricidade. Fazêmo-lo nove vezes. Visualizamos então a grossura do fio dourado a aumentar lentamente até atingir a grossura de um lápis. Sentimos a luz dourada desde a ponta da espinha até ao topo da cabeça. Novamente sentimos a expansão da grossura da luz dourada até atingir a grossura de um dedo a fluir desde o topo da cabeça até à base da espinha. Agora, sentimos a luz a expandir-se para uma coluna de luz dourada que flui desde a base da espinha até o topo da cabeça. Visualizamos esta bela coluna de luz dourada a expandir-se lentamente até nos envolver completamente todo o corpo. Ficamos a sentir, pacificamente, essa luz dourada a envolver-nos. Agora, lentamente visualizamos a coluna de luz que nos envolve, a transformar-se num grande ovo de luz dourada que nos envolve completamente. Sentimos a sua paz e também a sua protecção. Tudo o que está dentro desse ovo cintila de energia, alimenta a nossa aura de energia e fortalece-a. Ficamos durante cerca de dois minutos sentindo-nos envolvidos por esse ovo de luz dourada. Depois, começamos a visualizar o encolhimento do ovo dourado. Primeiro sentindo-o voltar à forma de coluna, e depois lentamente sentimo-la encolher até à base da espinha e ao topo da cabeça. Depois sentimo-la a encolher lentamente até ficar do tamanho de um dedo, depois de um lápis, e finalmente, da grossura dum único fio dourado. Agora, sentimos a energia desse fio dourado a fluir desde a base da espinha até ao topo da cabeça e focalizamo-nos no ponto de intersecção das linhas do terceiro olho e do topo da cabeça. Respiramos por nove vezes, sentindo a energia da luz dourada nesse local da cabeça e depois, deixamos a energia fluir de novo para a boca, estômago, baixo abdómen, deixando-a dissolver-se aí lentamente. Respiramos fundo mais umas quantas vezes e sentimos toda a paz e protecção que essa luz dourada nos proporcionou. Sentimos que podemos fazer esse exercício sempre que quisermos, envolver-nos nessa luz dourada e fortalecer a nossa aura com a sua protecção e energia.

Seguidores

Follow by Email

“O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo.

O que for o teu desejo, assim será tua vontade.

O que for a tua vontade, assim serão teus atos.

O que forem teus atos, assim será teu destino.”

Brihadaranyaka Upanishad

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.
Seja LUZ !!!

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR
Desperte para a regeneração da alma e do próprio corpo físico, começando por se desintoxicar daquilo que desequilibra a tua saúde física. Depure e purifique teus pensamentos, olhando mais para o Sol da verdade, do que para as nuvens da ignorância. Quem se faz luz não teme a escuridão, nem nevoeiros passageiros. Sabe que tudo que não for essencialmente divino, passa e se transmuta. Sendo assim, transmute-se!