31 de dezembro de 2011

ANO NOVO

Hoje é a véspera que dá início a um novo ano.

É o dia trinta e um. Todos queremos iniciar mais um ano com esperanças renovadas. É um momento de alegria e confraternização.

As rogativas, em geral, são para que se tenha muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender.

Mas será que se tivermos tudo isso teremos a garantia de um ano novo cheio de felicidade?

Se temos saúde, o que normalmente ocorre é que tratamos de acabar com ela em nome das festas. Seja com os excessos na alimentação, bebidas alcoólicas, tabaco, ou outras drogas não menos prejudiciais à saúde.

Não nos damos conta de que a nossa saúde depende de nós.

Dessa forma, se quisermos um bom ano, teremos que fazer a nossa parte.

Se pararmos para analisar o que significa a passagem do ano, perceberemos que nada se modifica externamente.

Tudo continua sendo como antes. Os doentes continuam doentes, os que estão no cárcere permanecem encarcerados, os infelizes continuam os mesmos, os criminosos seguem arquitetando seus crimes, e assim por diante.

Nós, e somente nós podemos construir um ano melhor, já que um feliz ano novo não se deseja, se constrói.

Poderemos almejar por um ano bom se desde agora começarmos um investimento sólido, já que no ano que se encerra tivemos os resultados dos investimentos do ano imediatamente anterior e assim sucessivamente.

Poderemos construir um ano bom a partir da nossa reforma moral, repensando os nossos valores, corrigindo os nossos passos, dando uma nova direção à nossa estrada particular.

Se começarmos por modificar nossos comportamentos equivocados, certamente teremos um ano mais feliz.

Se pensarmos um pouco mais nas pessoas que convivem conosco, se abrirmos os olhos para ver quanta dor nos rodeia, se colocarmos nossas mãos no trabalho de construção de um mundo melhor, conquistaremos, um dia, a felicidade que tanto almejamos.

Só há um caminho para se chegar à felicidade. E esse caminho foi mostrado por quem realmente tem autoridade, por já tê-lo trilhado. Esse alguém nós conhecemos como Jesus de Nazaré, o Cristo.

No ensinamento "amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo" está a chave da felicidade verdadeira.

Jesus nos coloca como ponto de referência. Por isso recomenda que amemos o próximo como a nós mesmos nos amamos.

Quem se ama preserva a saúde. Quem se ama não bombardeia o seu corpo com elementos nocivos, nem o espírito com a ira, a inveja, o ciúme etc.

Quem ama a Deus acima de todas as coisas, respeita sua criação e suas leis. Respeita seus semelhantes porque sabe que todos fomos criados por ele e que ele a todos nos ama.

Enfim, quem quer um ano novo repleto de felicidades, não tem outra saída senão construí-lo.

Importa que saibamos que o novo período de tempo que se inicia, como tantos outros que já passaram, será repleto de oportunidades. Aproveitá-las bem ou mal, depende exclusivamente de cada um de nós.

***

O rio das oportunidades passa com suas águas sem que retornem nas mesmas circunstâncias ou situação.

Assim, o dia hoje logo passará e o chamaremos ontem, como oamanhã será em breve hoje, que se tornará ontem igualmente.

E, sem que nos demos conta, estaremos logo chamando este ano que se inicia de ano passado e assim sucessivamente.

Que todos possamos aproveitar muito bem o tesouro dos minutos na construção do amanhã feliz que desejamos, pois a eternidade é feita de segundos.



Equipe de Redação do Momento Espírita

MUDANÇAS



O mundo está se tornando um lugar muito instável, e no ritmo que as coisas estão mudando ao nosso redor tornou-se absolutamente indiferente. De fato, a mudança tornou-se uma das únicas constantes no mundo de hoje.  Antes, as pessoas nos Estados Unidos poderiam realmente fazer planos de 20 ou 30 anos e se sentir confiante sobre sua consecução.  Mas agora, nada é mais estável. A crise financeira mostrou-nos que algumas das maiores corporações do globo podem entrar em colapso em um único dia. Os acontecimentos do passado em poucas semanas nos mostraram que os governos inteiros podem ser trazidos para baixo em uma única semana. Vivemos em um mundo onde há agora muito poucas “garantias” que você pode contar. Uma das únicas coisas que estão garantidas é que a tecnologia e a informação irão continuar a crescer a uma velocidade exponencial. Este ano, o montante total de informação produzida em dispositivos eletrônicos ao redor do mundo é projetada para ser mais do que um zettabyte. Um zettabyte é equivalente a um seis trilhões de bytes. Em outras palavras, imagine um com mais de 21 zeros que o seguem.


Muitas das coisas que nós temos hoje nem sequer existia poucos anos atrás. Facebook só tem estado conosco desde 2004. YouTube só tem estado conosco desde 2005. Você consegue imaginar um mundo onde os dois sites não existissem?
Vivemos num mundo com excesso de informação. Era uma vez em que poderia ser possível ir dormir por uma década e acordar e tudo ainda seria praticamente o mesmo. Mas hoje se você fosse fazer isso, você estaria em um cstado de choque cultural grave.
Você se lembra quando você poderia comprar um conjunto de enciclopédias e as informações neles ainda seriam suficientes em uma década ou duas mais tarde?
Bem, as coisas não funcionam desse jeito.
Na verdade, a maioria dos artigos neste website estará obsoleta daqui a um mês.
No mundo de hoje, você realmente tem que pensar duas vezes antes de dizer que algo é “impossível”.
Há alguns meses atrás, era absolutamente inconcebível que o presidente egípcio, Hosni Mubarak iria declarar ao mundo que ele “passou tempo suficiente servindo Egito”.
No entanto, aqui estamos nós.
Uma semana o governo da Tunísia parecia perfeitamente estável e na semana seguinte ele foi derrubado.
Algum de vocês, ainda acham que se poderiam realisticamente fazer “planos para o futuro” no mundo de hoje?
Antigamente na América, muitos de nós fomos ensinados que, se nós trabalhamos realmente duro na escola, poderíamos obter um ótimo trabalho com uma grande empresa. Prometeram-nos que, se fôssemos fiéis à empresa por 30 ou 40 anos que seríamos tratados de forma justa e dado uma boa pensão.
Bem, no mundo de hoje, assim como você já pode amassar o plano e jogá-lo no lixo.
Não existe mais essa coisa de um emprego estável. As empresas estão vindo para a existência e saindo da existência mais rápido do que nunca. Hoje, um em cada quatro trabalhadores americanos tem sido com os seus empregados há menos de um ano.


A maioria dos americanos ainda não entendem que eles são parte de uma economia global. Eles continuam pensando que as coisas continuam do jeito que costumava ser. Eles continuam pensando que a economia dos EUA é invencível.




A maioria dos americanos ainda não entendem que eles são parte de uma economia global. Eles continuam pensando que as coisas continuam do jeito que costumava ser. Eles continuam pensando que a economia dos EUA é invencível.
Bem, esses dias já foram. Os Estados Unidos está sendo desindustrializado na velocidade da luz. Dezenas de milhares de fábricas e milhões de empregos foram enviados para o estrangeiro. China, que era um completo atraso econômico, agora chuta a nossa bunda dos EUA no palco da economia global.
Nosso sistema financeiro é, certamente em terreno extremamente instável. Será que algum de nós já esqueceu o que aconteceu em 2008?
Será que algum de nós realmente acredita que isso não pode acontecer novamente?
Nosso sistema de saúde também é incrivelmente instável. Hoje, 46 milhões de americanos não têm absolutamente nenhum seguro de saúde. Isso significa que 46 milhões de americanos são apenas uma lesão grave ou doença fora da ruína financeira, sem proteção alguma.
Não que aqueles que realmente têm seguro de saúde estão protegidos. De acordo com um relatório publicado no American Journal of Medicine, as contas médicas são um fator importante em mais de 60 por cento das falências pessoais nos Estados Unidos. Daqueles falências que foram causados por contas médicas, cerca de 75 por cento deles a indivíduos que tinham seguro de saúde.
Então só porque você tem seguro de saúde, não quer dizer que isso signifique alguma coisa. Um acidente grave ou uma doença muito ruim e você pode ser totalmente eliminado.
Não é isso confortante?
Mas a verdade é que toda a nossa economia está à beira do colapso total.
O mundialmente famoso investidor Harry Schultz publicou recentemente a última edição da sua lendária newsletter financeira. Após 45 anos, Schultz resumiu o colapso econômico que nós estamos enfrentando agora ….
“A grosso modo, o imbróglio em que estamos é a pior desde o colapso financeiro do século 17. Comparações com a década de 1930 são ridículas. Nós fomos muito além disso. E, infelizmente, a coragem e vontade política para reconhecer a bagunça e agir com prudência para voltar atrás, está ausente em liderança dos EUA, onde os problemas nasceram e onde a podridão é de longe a mais profunda. ”
David Stockman, o ex-diretor do Escritório de Gestão e Orçamento de Ronald Reagan foi citado por Schultz, dizendo o seguinte sobre como as coisas desesperadas estão prestes a se tornar ….
“Obter um pouco de ouro, feijão, água, nada que Bernanke não pode destruir. Ron Paul está certo. Estamos entrando em uma conflagração mundial monetária. Se um sell-off de títulos dos EUA é iniciado, ele será um Armagedom.”


Milhões de americanos se tornaram “preppers” nos últimos anos, têm vindo a perceber que a nossa economia está indo para um caminho muito escuro.


Mas, infelizmente, a realidade é que a grande maioria dos americanos não estão preparados para qualquer tipo de desastre econômico ou natural. Como esta semana tem-nos mostrado, apenas a ameaça de uma tempestade de neve pode destruir grandes prateleiras das lojas em um único dia.
Então, o que seria esse olhar do país como se um grande desastre mudou fundamentalmente a vida na América e de repente as pessoas estavam desesperadas por comida e suprimentos?
É uma coisa assustadora para pensar.
Como o ritmo da mudança se acelerou drasticamente, o governo dos EUA e outros governos ao redor do mundo têm respondido ao tentar obter um apertado controlo sobre tudo e todos.
Para chegar em um avião hoje nos Estados Unidos, você tem que permitir que um tonto de segurança para usar um scanner para olhar sobre seu corpo totalmente exposto, ou você tem que permitir que um cara de segurança verifique todos os seus espaços privados com as frentes de suas mãos.
Não só isso, mas o governo dos EUA tem agora implantados VIPR (Visível Intermodal de Prevenção e Resposta), as equipes instalaram postos de controle de segurança em terminais de ônibus, estações de metrô e nas principais rodovias.
A América que muitos de nós uma vez amou está desaparecendo rapidamente.




Mas não é são só os nossos sistemas feitos pelo homem que estão mudando rapidamente. Algo que parece estar acontecendo com o planeta inteiro. O alagamento de proporções bíblicas bateu a Austrália, Brasil, China e Paquistão nos últimos 12 meses. Calor abrasador causou enormes perdas de colheitas em toda a Rússia no último verão. Recordes de frio e neve em todo o hemisfério norte, os cientistas coçando suas cabeças. No topo de tudo, as mortes em massa de aves e peixes sem explicação que estão sendo relatadas em todo o globo.
A crosta da Terra está se tornando cada vez mais instável. Você viu aquele vulcão em erupção no Japão no outro dia? Nos últimos dois anos, parece ter ocorrido repentinamente vulcões em erupção em todo o mundo.
Não só isso, mas buracos têm se tornado uma epidemia absoluta em todo o planeta. Alguns destes sumidouros foram tão grandes que eles engoliram prédios inteiros.
Além disso, parece que tem ocorrido terremotos de 6 a 7 graus em todo o mundo, quase todos os dias agora. Eles se tornaram tão comuns que a mídia quase não toma conhecimento deles a não ser que aconteça mais perto de uma zona muito povoada.
Nenhum de nós sabe realmente sabe onde irá parar o mundo daqui a dez anos. Qual serão os “novos” Facebooks e YouTubes ? A impressão de dinheiro imprudente por Ben Bernanke irá destruir a nossa economia, então? Será que os dólares americanos terão o mesmo valor de agora nos próximos anos?O dólar dos EUA, ainda existirá?
Seremos ainda capazes de alimentar a maioria das pessoas no mundo em 2011? Será que a escassez de alimentos, água e óleo deixarão as pessoas loucas? Poderia alguma descoberta incrível de energia transformar completamente a sociedade?


Quem será o presidente dos Estados Unidos? Haverá mais um presidente dos Estados Unidos? Teremos guerras eclodindo no Oriente Médio a qualquer momento? Será que os Estados Unidos estarão outra guerra, então?


A verdade é que as coisas estão mudando tão rápido que é difícil fazer as perguntas certas. O mundo vai mudar mais rapidamente este ano do que no ano passado. Em 2012, o ritmo da mudança será ainda mais rápido.
Então, aperte o cinto e segure firme porque este vai ser um passeio selvagem.
Para muito mais sobre como incrivelmente rápido o ritmo da mudança está na nossa sociedade moderna, confira o vídeo postado abaixo. O título é “Did You Know?” e foi visto por mais de 12 milhões de vezes no YouTube ….



Tradução-FimdosTempos.net – Para indicar esse texto indique o link a seguir > http://www.fimdostempos.net/nada-estavel.html - texto traduzido de theeconomiccollapseblog 

30 de dezembro de 2011

VEÍCULO DE TRANSPORTE EXTRATERRESTRE COM ESTRUTURA ORGÂNICO-SINTÉTICA

by Keith Bayha, Ph.D. Student, University of Delaware

Por Gério Ganimedes

Segunda Parte

Os casos se multiplicam ao redor do mundo, novas evidências surgem e parece que o manto sombrio da omissão e da mentira está definitivamente sendo retirado. O controle, antes absoluto, das organizações secretas e divisões dos governos, agora está cheio de buracos, e como água, as informações escorrem por todas as falhas e brechas, que não tem mais vedantes tão eficientes, como antes.

Quando iniciei o Projeto Quartzo Azul, não imaginei a que ponto chegaria o nível de informação que recebo diariamente em minhas mãos. O número de documentos com descrição de óvnis e relatos de experiências de aparições e também contatos, se multiplicaram no passar de apenas um ano do PQA. Através da coletânea de dados, compilação de fotos, decupação de vídeos, está mais do que comprovado que estamos diante de veículos de transporte parte orgânica e parte sintética. Os VTES são, e agora posso dizer com 80% de certeza na sua grande maioria, não apenas um veículo de transporte, mas um “ser vivo”. Uma espécie de espaçonave orgânica, com funções, como as de um corpo humano. Seu deslocamento dentro da água como já comprovado, através de filmagens submarinas, demonstram uma capacidade motora – orgânica. Alguns dos veículos descritos pelas testemunhas, se parecem com “paramécios” grupo de protozoários ciliados, organismos de corpo translúcido. Então como compreender, um veículo de transporte, que normalmente é associado a algo mecânico e cheio de tecnologias eletrônicas avançadas?

Devemos mudar nossos conceitos de evolução tecnológica para poder compreender estes “dispositivos” transmutadores dimensionais. Sua estrutura interna é totalmente sintetizada possuindo elementos vivos com funções motoras, respiratórias, criadoras de atmosfera e suprimentos alimentícios. Possuem um controle inteligente manipulado por informações químicas e elétricas, daqueles que interagem e compartilham com esta tecnologia que ultrapassa a barreira do orgânico, associando características sintéticas, inclusive a combinação e reação química com compostos avançados como ligas metálicas assim como o titânio, encontrado nas amostras analisadas. Esta tecnologia – para muitos pode parecer ficção, mas os fatos estão provando que nosso mundo, tem rastros desta tecnologia, ainda impossível de ser copiada dentro de espectro muito limitado da visão humana. Por isso escondida e desacreditada pela ciência convencional.

Viajar através da barreira tempo-espaço, através de fendas reticulares temporais, de membranas entre universos, através de galáxias, buracos negros, e sistemas planetários, envolve bem mais do que combustível energia e sistemas de segurança. Envolve conhecimento e domínio da tecnologia orgânica de sistemas básicos para manter a vida intacta e longe de sofrer alterações, causadas pelos efeitos dos deslocamentos e transmutação de espaço, desintegração e recomposição molecular. Organismos vivos conseguem manter um determinado espaço ou universo dentro de si, estável, muitas vezes, quando os fatores externos são hostis e desfavoráveis. Como exemplo: “Um bombeiro quando no meio de um incêndio, sob ação do fogo, fumaça, altas temperaturas, enfrenta um território inóspito e caótico, no entanto dentro de seu corpo suas células, agem de forma totalmente automatizada, para manter o veículo externo, em funcionamento, mas não sofrem a ação direta do cenário hostil das chamas”. Um VTE orgânico é assim. Uma cápsula autônoma que protege seus tripulantes e sistemas vitais.

Imaginem um vírus se deslocando pelo ar. Sem peso algum, viaja em sua missão de sobrevivência e continuação da espécie, atravessando um mundo desconhecido e cheio de perigos. Como uma espaçonave atravessando um cinturão de asteróides. Mas seu casulo protetor cheio de “espinhos” e tentáculos, protegendo os delicados “agentes” ou tripulantes que contém a essência de sua espécie. Este é também um veículo de transporte extraterrestre. Então se deram conta, de que é muito mais seguro viajar ou ser transportado dentro de um invólucro orgânico? Se tivermos por fora vida e por dentro tecnologia, temos um condutor orgânico-sintético – uma estrutura mais segura e viva. Entretanto a vida é frágil e de acordo com as situações a que pode ser exposta, pode ser também acidentalmente destruída, resultando na morte de seus tripulantes e uma fragmentação física de sua estrutura. Como partes desta estrutura toda restam os subprodutos e substratos que estão sendo encontrados. 

No Alasca, Escócia, Austrália, centro dos EUA, oeste dos EUA e centenas de outros locais, onde uma substância com as mesmas características da “Geléia de Estrela”, (para mim – fuselagem orgânico-sintética) foi encontrada e analisada, os resultados foram inconclusivos. Estamos diante de algo novo, e temos que admitir. Devemos evoluir em direção a novos conceitos e tecnologias extraterrestres ou de outra dimensão, abrir nossa mente para algo novo e não achar como resposta, a mais antiga das argumentações: “isto não existe”. Tanto existe, que estão ai, materializadas e sem uma explicação científica a altura de tal achado, que pode ser quem sabe, a chave de nossa existência ou sobrevivência.

Direitos Reservados -
Projeto Quartzo Azul ©©

29 de dezembro de 2011

ESTRUTURA DOS OVNIS PODE SER ORGÂNICO-SINTÉTICA

Águas-vivas - Estruturas muito complexas e semelhantes a 
descrições de muitos OVNIS

Por Gério Ganimedes
Após meses de pesquisa, analisando relatos de testemunhas, entrevistas de cientistas sobre as misteriosas substâncias gelatinosas, chamadas de “Jewly Star” ou geléia de estrela, cheguei a uma teoria que talvez não esteja tão longe da verdade sobre os tipos de dispositivos e veículos extraterrestres que nos visitam. A teoria nasceu não só baseada nos relatos da estranha substância encontrada conforme postagem anterior, mas em relatos de aparecimentos de formas fantasmagóricas, que ao deixarem o local da aparição, deixaram rastros de uma substância bem parecida e conhecida dos caçadores de fantasmas. Estou falando de um resíduo chamado de ectoplasma. A característica desta substância, segundo descrição de testemunhas, se assemelha em muito a geléia de estrelas. De acordo com alguns estudiosos paranormais, com quem conversei e pesquisei na internet, esta substância “deixada” no rastro de atividades sobrenaturais, existe e tem aspecto, cor e cheiro semelhante ao da misteriosa geléia de estrela. A característica que me deixou perplexo ao ouvir de várias pessoas consultadas,  e que disseram ter tocado a “meleca”, é que o cheiro que a caracteriza é o mesmo sempre, enxofre.

Como Administrador do Projeto Quartzo Azul vou lançar minha teoria...

Segundo especialistas da atividade paranormal, em toda transmutação de estágio energético, mudança de dimensão e materialização ou desmaterialização, esta substância, para quem já a conhece se faz presente e é fácil de encontrá-la logo após o evento ou aparição. A “gosma” é descrita como uma gelatina, aglomerada, meio translúcida e que se dissolve momentos depois de ter contato com ela. Mas o que é este subproduto de uma modificação estrutural e energética? Parece ser o resultado de uma transformação de estágio da matéria, assim como temos, sólido, líquido, gasoso e plasma, talvez, quem sabe tenhamos também um substrato da mudança dimensional. Quem sabe no processo da passagem de uma dimensão ou universo para outro, comunicação entre portais, talvez seja necessário usar uma espécie de cápsula, casulo de dimensões variadas conforme a massa do ser transportado. Esta cápsula talvez seja constituída de material, orgânico-sintético, algum material que proteja o viajante acidental ou enviado programado para a viagem. Neste caso ao romper a barreira entre as dimensões ou ultrapassar o espaço-tempo, este viajante ou grupo de viajantes, numa espécie de quebra de barreira, podem ter seu veículo transportador, ou casulo de proteção rompido, neste momento a desintegração ocorre e uma explosão de energia estrutural do casulo podendo causar efeitos dos mais bizarros possíveis. Explosões de luz, distorções ópticas, até mesmo rastros de luz como as deixadas por objetos que adentram nossa atmosfera. Bem se existem óvnis que já foram detectados e relatados por testemunhas que pareciam ter se fragmentado em pedaços deixando esta substância gelatinosa no local da queda. Arrisco-me a dizer e concluir que estes VTE (Veículos de Transporte Extraterrestres) têm, na verdade, para possibilitar seu deslocamento através da luz e energia dos universos ou dimensões, uma estrutura orgânico-sintética, o que possibilitaria ao viajante além de proteção, a possibilidade de deslocamento, como um corpo vivo, como um glóbulo branco, utilizando-se da corrente sanguínea para se deslocar, por todo o universo do corpo humano.  Ou seja, utiliza-se da energia vibracional da luz para deslocar-se, pode ir a qualquer parte do espaço e tempo sem desgaste, desintegração ou risco de quebra molecular. Entretanto acidentes podem acontecer com todas as tecnologias sejam elas eletrônicas, biônicas, ou orgânico-sintéticas. O que neste caso num acidente inesperado um casulo ou veículo ao cruzar nossa barreira dimensional poderia sofrer algum tipo de dano estrutural e além de se desintegrar, poderia arremessar seu ou seus tripulantes os ferindo ou matando.

São vários os relatos de testemunhas que descrevem os óvnis como sendo grandes águas-vivas, luminescentes ou fluorescentes e silenciosos. Deslocam-se sem produzir nenhum tipo de ruído. Este processo de deslocamento em nossa dimensão com certeza utiliza meios práticos de deslocamento, como campos magnéticos, campos vibracionais, campos de energia vital e quem sabe até mesmo espiritual. Seres evoluídos viajando e deslocando-se através do tempo, espaço, dimensões e universos, dentro de uma espécie de placenta orgânico-sintética. Isto poderia explicar o porquê, dos resultados inconclusivos das análises das amostras da substância gelatinosa encontrada.

Então se estas verdadeiras “placentas sintetizadas”, que transportam seres multidimensionais ou de múltiplos universos, estão sendo encontradas, onde estão seus ocupantes? O que fazem aqui? Onde se escondem? São sobreviventes ou mensageiros querendo transmitir algo ou descobrir algo?  Não será por isso, que são dotados de sistemas de camuflagem tão eficientes?

São tantos os questionamentos que surgem, entretanto a cada pergunta, surgem novas possibilidades e teorias.

Poderiam facilmente se deslocar, saltando dentro de uma atmosfera, que para “eles” que se utilizam destes casulos protetores, não existe gravidade, atrito, frio ou calor. São como uma célula viva, dotados de centros de energia, centros respiratórios, membrana de proteção e um sistema autônomo que tenha o conhecimento das múltiplas vias de transporte entre mundos, galáxias e sistemas estelares – como cada célula sanguínea de nosso corpo, que sabe para onde ir, o que fazer para transportar, armazenar e sinalizar.

Direitos Reservados
- Projeto Quartzo Azul ©©

28 de dezembro de 2011

EXISTE VIDA ALÉM DA INTERNET???

REFLITA COMIGO: EXISTE VIDA ALÉM DA INTERNET???
SIM!!! A MESMA QUE VOCÊ VIVIA ATÉ BEM POUCO TEMPO ATRÁS.
AQUELA EM QUE VOCÊ NÃO TINHA MILHARES DE AMIGOS, MAS UNS 7 OU 8 QUE ESTAVAM SEMPRE AO ALCANCE DE UM ABRAÇO.
UMA VIDA QUE VOCÊ PREOCUPAVA-SE MAIS EM VIVÊ-LA DO QUE COM A MANEIRA COMO VAI APRESENTÁ-LA NAS SUAS REDES SOCIAIS.
ALIÁS, AS SUAS REDES SOCIAIS ERAM MAIS SÓLIDAS: FAMÍLIA, ESCOLA, IGREJA, CLUBE E VIZINHOS.
SUBITAMENTE, ELAS FORAM SUBSTITUÍDAS POR: ORKUT, TWITTER, FACEBOOK E OUTROS QUE SURGIRAM HÁ POUQUÍSSIMO TEMPO.
REALMENTE, ALI FORA ESTÁ UMA SELVA: TRÂNSITO ASSASSINO, DROGAS À LUZ DO DIA, VIOLÊNCIA SEM LIMITES, INSEGURANÇA TOTAL…
MAS SERÁ QUE É SEGURO ESCONDER-SE ATRÁS DE UMA TELA? SERÁ QUE TUDO QUE HÁ DE BOM E DE BELO NO MUNDO CABE EM UM COMPUTADOR?
SERÁ QUE É FÁCIL PARA AS GERAÇÕES ANTERIORES COMPREENDEREM O QUANTO NOS DEDICAMOS E ADORAMOS ESSA ´´VIDA VIRTUAL´´?
APENAS REFLITA UM POUCO AGORA: ONDE VOCÊ SE CONSIDERA MAIS FELIZ, NA SUA VIDA REAL OU NOS AVATARES QUE TE REPRESENTAM NO MUNDO VIRTUAL??
Gutemberg Gomes
Obs. AGORA OLHE FIXAMENTE NA IMAGEM!!!
TALVEZ VOCÊ SEJA CAPAZ DE VER NOVAMENTE A SUA VIDA REAL LÁ NO FUNDO. TALVEZ, NÃO!
TALVEZ SEJA UMA QUESTÃO DE SIMPLESMENTE VOLTAR A ABRIR A JANELA DO SEU QUARTO…

27 de dezembro de 2011

GELEIA DE ESTRELAS E CHUVA DE SANGUE

Escócia - Geléia de Estrela espalhada pelo campo
Por Gério Ganimedes

Conhecida como “Jelly Star” ou “Geléia/Gelatina de Estrela” – Novos Casos surgem e as análises continuam inconclusivas.

Não é de agora que eventos, de quedas de meteoros e aparições de ovnis apresentam fortes ligações com o aparecimento de estranhas substâncias, que são encontradas por testemunhas nos locais dos acontecimentos. Estas “gosmas” bizarras parecem estar ligadas diretamente a um universo controverso e polêmico, mas agora com o avanço tecnológico e científico, está cada vez mais perto de serem identificadas e seu mistério quem sabe desvendado.

Como já divulgado antes, aqui no Projeto Quartzo Azul, a “Geléia de Estrela” tem aparecido com mais freqüência nos últimos tempos, talvez até porque com a velocidade que a informação caminha pela internet, temos mais relatos e consequentemente mais repercussão nos meios convencionais de notícias. Entretanto, os relatos históricos já datam de centenas de anos. O cientista Dan Rolph, de um laboratório da Filadélfia na Pensilvânia – EUA vem a tempo registrando as datas destes acontecimentos, tanto da misteriosa “Chuva de Sangue” (1176, 1653, 1993,2001), como da “Gelatina de Estrelas” (1864, 1993, 2001 e 2011). Na época em que aconteceram estes eventos fora do comum ganharam destaque sensacionalista como substancias vindas de outros mundos, e se tornaram inclusive material para filmes de ficção. No final da matéria os links de relacionados divulgados aqui no Projeto Quartzo Azul.

 "Jelly Star" - Desintegra-se depois de algumas horas

Mas o assunto, no entanto vem tomando grandes proporções e as misteriosas substâncias estão deixando biólogos e especialistas sem respostas, mesmo depois de exaustivas análises das amostras. Além das respostas inconclusivas dos exames, entram em cena também, os misteriosos desaparecimentos de algumas das amostras dos laboratórios financiados pelos governos. Cientistas de laboratórios governamentais foram instruídos para não questionarem o desaparecimento das amostras. No entanto, o que deu ânimo nas pesquisas, foi que, muitas das testemunhas, coletaram a substância e as armazenaram em seus próprios freezers e contataram equipes de universidades para entregarem novas amostras da “Geléia de Estrela”.

 Forma mais cristalizada da “Jelly Star”
Um dos casos mais intrigantes desta substância aconteceu na Filadélfia – EUA, em 1950, quando testemunhas relataram terem visto um ovni desintegrando-se perto do solo. Testemunhas afirmam que ao chegaram ao local da queda, todo o lugar estava tomado por esta substância gelatinosa.

Nos dias mais atuais, em Oakville, estado de Washington – EUA, testemunhas que tocaram esta mesma substância, adoeceram dias depois, com infecções bacteriológicas. Desta forma, por questões de segurança, laboratórios comerciais foram contratados por alguns cidadãos e médicos, para fazerem à análise da estranha substância que alguns especialistas diziam se tratar de “ovos de sapo”. Contudo no resultado dos exames realizados por laboratórios particulares, não foi bem isso que foi apresentado. Nos testes o produto ou substância se comportou de forma diferente de tudo que já haviam analisado. Nas primeiras observações mesmo as amostras fechadas em tubos de ensaio, desapareciam depois de algumas horas não deixando qualquer vestígio no frasco. Nas observações feitas em microscópios eletrônicos, foram detectadas bactérias de origem desconhecida, mas com alto poder de contaminação sendo que havendo contato poderiam transmitir doenças e infecções sérias. Nos exames de DNA, a marca ou matriz de DNA existia, porém nada que pudesse ser comparado para chegar a uma conclusão de sua origem, o que para alguns biólogos foi conclusivo para definição de algo extraterrestre. Alguns técnicos dos laboratórios que estavam envolvidos nas pesquisas chegaram a se referir a misteriosa “geléia” como sendo uma entidade biológica extraterrestre. Extremamente resistente a altas e baixas temperaturas, as amostras foram submetidas a frio extremo – 75°C e depois condições de calor intenso atingindo mais de 600°C – e após serem apenas hidratadas mostraram-se reanimadas e ativas.  

 Geléia sendo analisada - Crédito: BBC

As amostras que desapareceram, logo foram substituídas por amostras de novas testemunhas oculares da queda e aparecimento da “gosma”, como alguns a chamam. Nesta nova etapa de análise, cientistas envolvidos garantem que o material analisado tem características de células Eucarióticas (células ou glóbulos brancos similares ao do sangue humano). Um dos cientistas disse: “Com certeza é um tecido vivo adaptável e resistente”. Curiosamente após alguns exames a amostra novamente se desintegrou. O grupo que trabalhou com as amostras afirmou que é biológico ao mesmo tempo em que parece sintético, por sua resistência. Um dos especialistas envolvidos na análise disse: “Se esta gelatina vem das estrelas, é bem possível sobreviver à entrada na nossa atmosfera, por sua extrema resistência ao frio e ao calor”. Segundo ele, a substância tem um forte cheiro de enxofre. Algumas das pessoas que relataram à aparição da “Geléia” disseram ter observado rastros químicos no céu ou “Chemtrails” antes de aparecer à substância, mas estes dados e observações foram contestadas por especialistas.

No Reino Unido, repórteres da BBC que foram chamados para cobrir a aparição da gelatina, que se espalhou por grande extensão de pastos da Escócia, levaram as amostras obtidas, pelos moradores dos locais atingidos pela estranha substância, para laboratórios. A resposta dos exames foram inconclusivas e a substância foi dada como desconhecida – ou seja, não identificaram o que era. Sobre o DNA, os exames deram negativo, para qualquer análise comparativa.


A Estreita Relação entre a “Geléia de Estrela” e os Meteoritos

 Bactérias em amostra de meteorito, observadas 
em microscópio eletrônico

E os casos co-relacionados não param por ai. Em Murchison – Austrália, em 1969, uma luz muito forte seguido de um estrondo violento, foi observado por um grande número de testemunhas, causando pânico na cidade. Após a forte explosão da entrada na atmosfera, uma chuva de rochas caiu do céu, espalhando detritos espaciais por uma grande área. Análise destes destroços foram para diversos laboratórios e durante anos as pesquisas ainda continuam sempre aguardando o surgimento de novas tecnologias para solucionar os enigmas. Há aproximadamente três anos atrás resultados em microscópios eletrônicos comprovaram uma misteriosa relação entre as bactérias encontradas na “Geléia de Estrela” e as reveladas nos fragmentos de rochas que caíram do céu. Os cientistas afirmam que a rocha forma uma espécie de casulo de proteção, deixando o conteúdo “Geléia” protegido das altíssimas temperaturas da entrada em nossa atmosfera. 

 Tardígrados em estado de hibernação

Cientistas da Universidade da Carolina do Norte que estudam estes meteoritos, criaram uma possível relação de organismos que supostamente  sobreviveriam a queda e as alterações de temperatura com os Tardígrados (Os tardígrados são pequenos invertebrados popularmente conhecidos como ursos d'água, constituem um filo de pequenos animais segmentados, relacionados com os artrópodes. Foram descritos pela primeira vez por J.A.E. Goeze em 1773. Vivem por muitos anos, isso porque eles têm a habilidade de se encolher e permanecer praticamente mortos, sem exceder qualquer atividade e, quando querem ou em determinadas condições a que são expostos, "volta à vida". Imortais? Quase. Não seria exagero dizer que esse pequeno animal é de outro mundo. Essas criaturas são na verdade artrópodes aracnídeos (da classe das aranhas), possuindo oito patas, cada pata possui de quatro a oito pequenas garras e seu corpo varia de 0,05 a 1,25 mm. Vivem entre os musgos e liquens, podendo ser fortemente pigmentados, indo do laranja avermelhado ao verde oliva. Bem mas porque estamos detalhando este pequeno ser encontrado. Por sua resistência e capacidade de hibernação térmica. Estes são verdadeiros viajantes espaciais capazes de penetrar nossa atmosfera agressiva e sobreviver. Experiências com este minúsculo e resistente alien, chegaram a marcas incríveis de – 274°C a 150°C e a criatura ressuscitou como mágica diante dos olhos dos observadores. Mais recentemente em 2007, foram feitos experimentos em condições fora da nossa atmosfera – mais precisamente no espaço e o pequeno alien não decepcionou. Então estamos sendo repetidas vezes atingidos por rochas que são verdadeiros “veículos espaciais contendo aliens”.

Tardígrados - Ursos d'água

Se todas estas informações estão sendo comprovadas cientificamente, porque negam vida alienígena aqui na Terra? Estas substâncias misteriosas vindas dentro de meteoritos estão ultimamente se espalhando por todo o globo terrestre, por qual razão? Estamos numa nova etapa de colonização extraterrestre?

Chuva de Sangue na Índia

 Frame vídeo - BBC


Vários leitores já devem ter escutado ou lido a respeito da misteriosa chuva de sangue que atingiu a Índia. O Dr. Chandra Wickramasinghe, Vidya Jothi Nalin Chandra Wickramasinghe, de 71 anos, nasceu no Sri Lanka. É professor de matemática e astronomia da Universidade de Cardiff, no Reino Unido, é dentre muitos, um grande defensor da “Panspermia”. A panspermia é a hipótese segundo a qual as sementes de vida são prevalentes em todo o Universo e que a vida na Terra começou quando uma dessas sementes aqui chegou, tendo-se propagado. O Dr. Chandra estudou o caso da chuva de sangue da Índia. Nas amostras analisadas e filtradas foram encontrados elementos como cálcio e titânio, e quando foram submetidas à ação direta de raios Ultra Violeta e ao tratamento de descargas elétricas se mostraram resistentes. Segundo o estudo, as células têm marcadores de DNA, entretanto nada comparável – segundo o Dr. Chandra estas estruturas são alienígenas.

Kerala – Índia 2001

 Crédito: Wikipédia

Análises feitas nas amostras, pelo Dr. Godfrey Louis, resultaram em relatórios no mínimo intrigantes, da composição da “Chuva de Sangue” que aterrorizou a população da cidade de Kerala. O resultado mostrou que na verdade, a chuva vermelha era composta por células sanguíneas, porém com sua estrutura alterada. A parede celular destas células era densa e extremamente resistente e apesar de ter “marca” de DNA não se comparava a nenhuma estrutura humana e terrestre. Em todas as análises apareceram estruturas celulares de composição semelhante a células de sangue, porém sem DNA humano. Uma curiosidade que deixou os cientistas perplexos: “Após submetidas a temperaturas de 230°C,elas apresentaram sinais de início de reprodução”.

Estamos diante de um quadro no mínimo estranho. Estamos sendo bombardeados diariamente, por rochas e outros objetos do espaço e parece que uma nova forma de vida está entre nós. O que mais os cientistas vão esperar para declarar como verdadeira esta invasão seja ela microscópica ou macroscópica?

Direitos Reservados - Projeto Quartzo Azul ©©
Gério Ganimedes

26 de dezembro de 2011

A MORTE E A REENCARNAÇÃO

Antes de mais, devo avisar que o texto escrito representa uma opinião (a minha) e não representa o ponto de vista de qualquer religião, grupo, doutrina ou indivíduo (que não eu), mesmo que eu me identifique ou siga algum desses ideais.

Comecemos pelo fim: Medo da morte?
Sem sombra alguma. A morte é algo que não me assusta, acho que tenho mais respeito/medo ao sofrimento do que à morte em si. Não gostaria de morrer afogado ou queimado, gostaria de morrer normalmente: falência dos orgãos na velhice; mas como isso é algo que não posso escolher, abandonemos esta discussão e sigamos para o cerne da questão.

A morte para mim é uma passagem, o nascimento no plano espiritual - o simples desprendimento do espírito do corpo físico. Sim, porque acredito que somos imortais em espírito, que reencarnamos diversas vezes e que tudo obedece a Leis Divinas.


Hippolyte Léon Denizard Rivail
Antes que questionem, eu respondo já: SIM, sou seguidor da Doutrina Espírita. Aquela trazida pelos espíritos na Codificação de Allan Kardec (um pseudónimo de Hippolyte Léon Denizard Rivail).
E porque é que me identifico com esta doutrina? Porque foi a única que pela lógica me mostrou os factos.
Atenção, a reencarnação é apenas parte da Doutrina Espírita e neste post, para não fugir do tema, não aprofundaremos a doutrina, desta forma, peço que não tomem a parte pelo todo - dizer que a reencarnação é a Doutrina Espírita é o mesmo que dizer que um par de mãos é um Ser Humano.



A Reencarnação

Em que consiste a reencarnação?
Porque acredito nela?

Para se falar em reencarnação, temos de obrigatoriamente falar em alma ou espírito (há quem distinga, chamando alma ao espírito encarnado, ou seja, com corpo físico). Partindo do princípio que somos espíritos em progressão, a reencarnação mostra-se um agente depurador do Ser Humano. Desta forma, com diversas existências, a Lei de Ação-Reação toma toda a sua amplitude, pois ninguém sai impune dos males que possa ter causado aos outros e a si mesmo. Esses males traduzem-se em carga karmica que teremos de resgatar. Esse resgate tanto pode ser feito na mesma existência, como por exemplo, uma doença causada pelo tabagismo; ou pode ser feito noutra existência, como por exemplo, alguém que explorou um povo, vir a nascer no seio desse mesmo povo para provar do mal causado pelas suas decisões.
Os mais perniciosos, podem chamar isto de vingança Divina, mas trata-se apenas da aplicação da Lei de Ação-Reação: toda a ação tem uma respetiva reação - nada mais simples.
Mas a reencarnação serve para mais, não só para resgate karmico, mas também para missões ou expiações:
  • Missão: espírito com o intuito de ajudar o meio onde irá nascer;
  • Expiação: espírito com o intuito de se depurar a nível de reforma intíma.
Pois bem, e porque acredito que somos espírito e reencarnamos? Para além das explicações trazidas n'O Livro dos Espíritos, tenho a minha própria experiência sujeita ao meu sentido crítico.
O Livro dos Espíritos
Podemos ler sobre a reencarnação n'O Livro dos Espíritos (págs. 156 ~ 165). Eu ajudo a resumir com a seguinte dissertação:

Como pode o Homem explicar que, pessoas que nasçam em iguais ambientes e recebam a mesma educação, sejam tão diferentes? Onde vão buscar a sua forma de ser e pensar se não às suas próprias ideias que trazem na bagagem espiritual? Se não houvesse reencarnação, assumiríamos que o nosso cérebro e o nosso sistemas nervoso tinham a capacidade de criar intelecto, isto é, que um conjunto de atómos e moléculas unidas de determinada forma criam o Ser Humano e a sua personalidade. Como explicar a justiça de pessoas que nascem com problemas de saúde à nascença, em famílias que nunca registaram tais casos?

Certamente, não faltarão pessoas a responder a estas observações, mas o que dizer dos espíritos que se manifestam através dos médiuns? Será loucura ou devaneio de alguém? Não me parece, principalmente quando começas a ouvir da boca de um estranho, alguém falar de ti como se te conhecesse muito bem.

O Céu e o Inferno

Dante pensando porque ainda não abriu um blog.
Não, não acredito no Céu e no Inferno perpetrados pelo Catolicismo.
Deus, se é infinitamente bom e misericordioso, nunca sujeitaria alguém ao sofrimento eterno - se sujeitasse, seria altamente contraditório. Mas que existem zonas espirituais semelhantes aos Infernos descritos sim, como podemos ler no Inferno de Dante Alighieri (da obra Divina Comédia) - relatos da sua viagem Espiritual ao interior da Terra na companhia do seu amigo Virgílio, onde, em outras faixas vibratórias da matéria, Dante fica a conhecer para onde vão aqueles que precisam de evoluir moralmente. Mais recentemente, o médium Ranieri realizou uma viagem semelhante com o benfeitor espiritual Orcus na obra Abismo.

O Céu também é um assunto controverso, pois não acredito na imagem de pessoas a viverem para sempre na ociosidade. Acho que o trabalho existirá sempre, pois só dessa forma a Humanidade evolui - através do trabalho. Não confundir com a sociedade de trabalho que temos atualmente, que fica bem próximo da escravatura...

Resumindo, ninguém está condenado a penas ou glórias eternas, pois isso depende sempre da nossa conduta moral se queremos estacionar ou evoluir.

A Esperança

Em tom de conclusão, vejo a morte como uma passagem para o plano Espiritual - a nossa verdadeira pátria. Nesse lado, podemos ficar indefinidamente, consoante o nosso grau de evolução: desde horas, a dias meses, anos, séculos...mas enquanto formos espíritos imperfeitos, a reencarnação torna-se um impositivo, ajudando-nos a evoluir através das experiências na matéria. Não faz sentido, nem tem lógica alguma uma vida que começa no nascimento e termina irremediavelmente no leito da morte. Há algo mais, algo que veio antes e algo que vem depois...só assim a nossa existência e a nossa consciência fazem sentido.

Este é o meu ponto de vista.

Caros leitores, no que puder ajudar, façam favor. Os comentários são vossos!


Referência

25 de dezembro de 2011

A ORIGEM DO NATAL

A Origem do Natal – A Narrativa Bíblica
A origem do Natal é belamente apresentada na narrativa bíblica bem conhecida do Evangelho de Lucas: "Naqueles dias César Augusto publicou um decreto ordenando o recenseamento de todo o império romano. Este foi o primeiro recenseamento feito quando Quirino era governador da Síria. E todos iam para a sua cidade natal, a fim de alistar-se. Assim, José também foi da cidade de Nazaré da Galileia para a Judeia, para Belém, cidade de Davi, porque pertencia à casa e à linhagem de Davi. Ele foi a fim de alistar-se, com Maria, que lhe estava prometida em casamento e esperava um filho. Enquanto estavam lá, chegou o tempo de nascer o bebê, e ela deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o em panos e o colocou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria. Havia pastores que estavam nos campos próximos e durante a noite tomavam conta dos seus rebanhos. E aconteceu que um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles; e ficaram aterrorizados. Mas o anjo lhes disse: "Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador, que é Cristo o Senhor" (Lucas 2:1-11).

A Origem do Natal – As Tradições e as Controvérsias

Para os cristãos de hoje, a origem do Natal é, e deveria ser, o nascimento de Jesus Cristo como registrado na Bíblia. Nada mais, nada menos. No entanto, muito do que vemos no dia 25 de dezembro a cada ano não tem nada a ver com o bendito dia em que Jesus nasceu, o qual provavelmente ocorreu entre julho e outubro cerca de 2.000 anos atrás. De fato, a maior parte dos costumes e tradições do Natal são de antes do nascimento de Jesus, e muitos deles são objetos de pesquisas em seu significado e origem. Aqui estão alguns exemplos:

A data 25 de dezembro provavelmente se originou com o antigo "aniversário" do deus-filho, Mithra, uma divindade pagã religiosa cuja influência se espalhou no Império Romano durante os primeiros séculos depois de Cristo.O símbolo de Mitra era o touro, usado nos sacrifícios à divindade. Mithra era relacionado com o deus-sol semita, Shamash, e seu culto se espalhou por toda a Ásia e Europa, onde era chamado Deus Sol Invictus mitra. Roma era bem conhecida por absorver as religiões e rituais pagãs do seu império tão amplo. Como tal, Roma converteu este legado pagão a uma celebração do deus Saturno e do renascimento do deus-sol durante o período de inverno solstício. O feriado de inverno se tornou conhecido como Saturnália e começava na semana anterior a 25 de dezembro. O festival tinha as seguintes características: presentes, festejos, cânticos e proposital devassidão, com os sacerdotes de Saturno transportando grinaldas verdes em procissão ao longo de todo o templo romano.

Variações deste feriado pagão floresceram durante os primeiros séculos depois de Jesus Cristo, mas provavelmente não foi até 336 D.C. que o Imperador Constantino oficialmente converteu esta tradição pagã nas festas "Cristãs" natalinas.


Influência na economia

Todos de forma geral seguem tudo que a mídia, fala e difunde como verdade.
Então as pessoas são facilmente controladas, pois o conhecimento passado pela mídia é automaticamente alicerçado em cima de ensinos já enraizados como verdades finais nas mentes, e o saber fica distorcido.
Nos dias de hoje as troca de presentes e muitos outros aspectos da festa de Natal envolvem um aumento da atividade econômica entre cristãos e não cristãos, a festa tornou-se um acontecimento significativo e um período chave de vendas para os varejistas e para as empresas. O impacto econômico do Natal é um fator que tem crescido de forma constante ao longo dos últimos séculos em muitas regiões do mundo.

A Origem do Natal – O que realmente importa?

A verdadeira origem do Natal é cheia de controvérsias e transigências. Um rápido estudo irá revelar uma série de raízes diversas que não caberia se mencionasse todos neste breve artigo. Em resumo, o Natal que celebramos hoje é indicativo da disposição do cristianismo de absorver os costumes e tradições do mundo. O Natal deve ser nada mais do que um simples, mas maravilhoso lembrete do início humilde de Cristo como uma criança humana neste mundo. Seu nascimento apenas define o cenário para o poder e a glória  que seriam revelados em Sua vida, morte e ressurreição! Quer se trate de 25 de dezembro, de uma data no final de setembro, ou em qualquer outro dia do ano, devemos usar toda e qualquer oportunidade para refletir sobre nossas açoes.

Neste momento, mais do que pensar em reivindicações e revoluções, o importante é focar a nossa atenção no essencial, dar o nosso melhor, ter forças suficientes para mostrar ao mundo que a amor existe, que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz, somos fortes e juntos podemos produzir mais e melhor para tentar trilhar um caminho real onde as respostas surgem naturalmente de nosso interior.

Imagens: mariamadu.com.br
                  patywitch.blogspot.com
                  rishisproject.blogspot.com

24 de dezembro de 2011

SACERDOTISAS

Em cada coração há uma janela para outros corações.
Eles não estão separados, como dois corpos; Mas, assim como duas lâmpadas que não estão juntas, sua luz se une num só feixe. A mulher despertada para sua Deusa interior, caminha serenamente entre a dor e as verdades da alma, consciente da meta estabelecida e da plenitude a ser alcançada".
A ALTA SACERDOTISA ÍSIS:
Deusa Ísis a Protetora das mulheres e a provedora da vida.
É pelo poder de Ísis, através de seu amor, que o homem afogado na luxúria e na paixão, eleva-se a uma vida espiritual. Ísis, antes de tudo, é provedora da vida. Comumente é representada amamentando seu filho Hórus, pois ela é a mãe que nutri e alimenta tudo que gera.
Embora Isis fosse considerada como mãe universal, ela era venerada como protetora das mulheres em particular.
Sendo aquela que dá a vida, que presidia sobre vida e morte, ela era protetora das mulheres durante o parto e confortava aquelas que perdiam seus entes queridos.
Em Ísis, as mulheres encontravam o apoio e a inspiração para prosseguirem com suas vidas.
Ísis proclamava ser, em hinos antigos, a deusa das mulheres e dotava suas seguidoras de poderes iguais aos do homem.
Plutarco declara que "suas estátuas com chifres, são representações da Lua Crescente, enquanto que as estátuas com roupa preta significavam as ocultações e as obscuridades nas quais ela segue o Sol (Osíris), almejando por ele.
Conseqüentemente, invocam a Lua para casos de amor, e Eudoxo, diz que Ísis é quem os decide".
♥♥
Cultuamos a Deusa Ísis e temos o seu conceito matrifocal da humanidade, e você como uma legítima filha de ISIS, participa no mesmo projeto de divulgar na Luz do Essencial Feminino a razão de ser Mulher!

Fonte

23 de dezembro de 2011

ROSILEIDI FLORISBELA


Rosileidi Florisbela dos Santos rumava ao cartório, decidida a mudar seu nome. De fato, só faltava assinar os papéis para consumar seu objetivo: daquele dia em diante seria apenas Rosi dos Santos. Em seu carro, enquanto parava de semáforo em semáforo, repassava seus motivos a fim de que não restassem dúvidas em relação a essa decisão.

Rosileidi, que nome esdrúxulo... motivo de brigas e discussões sem fim com sua mãe, Marealva. – Seu nome também é ridículo, minha mãe! Será que esta é uma maldição de família?

A mãe dava de ombros e dizia que gostava do nome. Era apaixonada por flores e sempre havia sustentado a filha com sua floricultura. – Seu nome é uma a homenagem, escolhido com muito amor. Inclusive, são as flores que bancaram seus estudos! Rosileidi, a dama das rosas. Florisbela, das flores a mais bela. Minha filha, será que você não entende?

Ela era professora de literatura e astróloga, enquanto a mãe mal havia concluído o ginásio. Quantas vezes sentiu vergonha dos colegas de escola, quando iam estudar em sua casa e reparavam no mau gosto, na cafonice dos objetos de decoração, dos móveis, das roupas absurdas de sua mãe? Ela evitava a qualquer custo sair com aquela mulher que fazia questão de chamar atenção com seu jeito espalhafatoso.

Considerava-se o contrário da mãe. Era discreta, sóbria, cultivava uma imagem de seriedade e competência profissional. Sua mãe era ousada, falava alto, gostava de usar roupas coloridas, com estampas florais. Flores! Que mania absurda e irritante de flores. Pra complicar, desde pequena Rosileidi desenvolveu alergia a rosas. Era só entrar na floricultura da mãe que o corpo ficava todo empipocado.

E quantos apelidos e trocadilhos seus colegas de escola já haviam criado com seu nome? Rosilady Di, Alergileidi, Rosiflores Leidibela, Rosibela Leidiflores... a lista é extensa. Bastava se lembrar dos colegas rindo e caçoando de seu nome para que ela tivesse certeza do que estava prestes a fazer. Rosileidi com o rosto vermelho de raiva, lágrimas escorrendo dos olhos, acelerava o carro com ainda mais convicção.

A astrologia a ajudou a compreender um pouco sua situação. A mãe era do signo de Aquário com ascendente em Leão, Urano na sétima casa em quadratura com Mercúrio. Essa era a razão do seu mau gosto: faltava-lhe cultura e estudo. Queria ser diferente e original, mas não sabia muito bem como. O pai era ausente - um comerciante que saiu de viagem e nunca mais voltou.

Já Rosi (era assim que gostava de ser chamada, apenas Rosi) era Virgem com ascendente em Câncer. Saturno na primeira casa em quadratura com Quíron na quarta casa. Era reservada, crítica. Principalmente auto-crítica. Cobrava-se nada menos do que a perfeição em tudo o que fizesse. Naquele dia, Urano formava oposição a Marte, trígono com Mercúrio e seu Saturno natal. Algo importante iria acontecer e era a mudança de seu nome, sua identidade, consequentemente, sua imagem e auto-estima.

O celular tocou, Rosi encostou o carro para atender. Nunca deixava de atender qualquer chamada, vivia para o trabalho. Mas para sua surpresa, era uma ligação do hospital. Avisavam que sua mãe havia sofrido um acidente de carro e se encontrava em estado grave. Realmente, algo importante acontecia. Rosi teve que se desviar de seu rumo e correr pro hospital.

A primeira reação foi pensar: - Mas que diacho, será que minha mãe planejou tudo isso só pra que eu não pudesse mudar meu nome? Depois censurou a si mesma. Rosi, por favor, tenha coração... sua mulher fria e desnaturada!

Já no hospital a mãe parecia bem, mas trazia uma tristeza profunda nos olhos. Uma tristeza que Rosi jamais viu. A notícia: seu fígado havia se partido em três pedaços com a batida do carro, suas horas estavam contadas. Ainda bem que podiam se despedir.

- Rosi, minha filha querida, me desculpe, eu sempre quis te ver feliz. Mas acho que você nunca me compreendeu, ou eu nunca soube fazer as coisas do seu jeito. Somos muito diferentes, mas eu te amo. Nunca se esqueça disso. Filha, eu não tenho medo de morrer. Tenho a consciência tranqüila, vou seguir meu rumo em paz e tenho certeza que você pode cuidar muito bem da sua vida. Seja feliz, minha querida. E mais uma vez, me perdoe. Mesmo porquê, eu já me perdoei.

- Minha mãe, não! Por favor! Eu não sei o que dizer, não sei o que pensar. Meu Deus, por que, assim de repente?

Parecia que a mãe estava apenas esperando Rosi chegar pra se despedir. Enquanto a filha balbuciava palavras agarrada à sua mão, fechou os olhos e partiu. Rosi chorou com toda a dor do seu coração. Ficou ali, abraçada à sua mãe. Enquanto a olhava morta, na sua frente, percebia tudo. Percebeu que sempre teve inveja da mãe. De seu temperamento leve, alegre, de sua despreocupação com a opinião dos outros. Rosi queria ser desprendida como ela. Queria ser decidida, simples, alegre e forte como ela. Percebeu quanto a amava e o quanto tinha sido tola por toda a vida.

- Mãe, minha mãe querida, sou eu é que peço desculpas. Por favor, me perdoe por nunca aceitar que no fundo você tem as qualidades que eu sempre quis ter. Em vez de te admirar, eu sentia vergonha de você. Como fui tola!

Desceu até a floricultura do hospital. Comprou uma dúzia de rosas vermelhas para colocar ao lado da mãe. Última homenagem, símbolo de seu perdão. A essa altura, qualquer alergia a qualquer flor já tinha sido curada. Como sua mãe sempre havia lhe ensinado, decidiu que não iria mais se cobrar tanto, que iria aceitar ser Rosileidi Florisbela. Só que a partir daquele dia, nunca mais foi a mesma.
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA
Deve-se estar sentado confortável com a coluna vertebral bem direita. Começamos por inspirar profundamente pelo nariz e expiramos pela boca. Visualizamos a inspiração em energia branca e pura e a expiração levando todas as toxinas e energias negativas em névoas negras. Seguidamente concentramo-nos na energia do universo, das estrelas, dos planetas e focalizamo-nos em inspirar essa energia, preenchendo-nos completamente com ela. Sentimos o nosso corpo envolvido e preenchido com essa energia de paz e amor universal. Mantemos esta sensação durante cerca de dois minutos e depois, lentamente, pensamos somente em inspirar paz. Pensamos na paz e concentramo-nos na respiração desse sentimento, um sentimento de paz. Quando expiramos, enviamos paz também para o universo, preenchendo-o. Fazer esta respiração durante cerca de dois minutos e está-se pronto para a Meditação da Luz Dourada. Visualizamos de seguida, que inspiramos uma luz dourada. Sentimo-la a entrar para os nossos pulmões e a espalhar-se por todo o nosso corpo. Fazêmo-lo nove vezes. Passamos a respirar regularmente pelo nariz. Depois, começamos a visualizar uma linha dourada desde a base da espinha até ao topo da cabeça. Visualizamos essa linha dourada da grossura de um fio de electricidade. Fazêmo-lo nove vezes. Visualizamos então a grossura do fio dourado a aumentar lentamente até atingir a grossura de um lápis. Sentimos a luz dourada desde a ponta da espinha até ao topo da cabeça. Novamente sentimos a expansão da grossura da luz dourada até atingir a grossura de um dedo a fluir desde o topo da cabeça até à base da espinha. Agora, sentimos a luz a expandir-se para uma coluna de luz dourada que flui desde a base da espinha até o topo da cabeça. Visualizamos esta bela coluna de luz dourada a expandir-se lentamente até nos envolver completamente todo o corpo. Ficamos a sentir, pacificamente, essa luz dourada a envolver-nos. Agora, lentamente visualizamos a coluna de luz que nos envolve, a transformar-se num grande ovo de luz dourada que nos envolve completamente. Sentimos a sua paz e também a sua protecção. Tudo o que está dentro desse ovo cintila de energia, alimenta a nossa aura de energia e fortalece-a. Ficamos durante cerca de dois minutos sentindo-nos envolvidos por esse ovo de luz dourada. Depois, começamos a visualizar o encolhimento do ovo dourado. Primeiro sentindo-o voltar à forma de coluna, e depois lentamente sentimo-la encolher até à base da espinha e ao topo da cabeça. Depois sentimo-la a encolher lentamente até ficar do tamanho de um dedo, depois de um lápis, e finalmente, da grossura dum único fio dourado. Agora, sentimos a energia desse fio dourado a fluir desde a base da espinha até ao topo da cabeça e focalizamo-nos no ponto de intersecção das linhas do terceiro olho e do topo da cabeça. Respiramos por nove vezes, sentindo a energia da luz dourada nesse local da cabeça e depois, deixamos a energia fluir de novo para a boca, estômago, baixo abdómen, deixando-a dissolver-se aí lentamente. Respiramos fundo mais umas quantas vezes e sentimos toda a paz e protecção que essa luz dourada nos proporcionou. Sentimos que podemos fazer esse exercício sempre que quisermos, envolver-nos nessa luz dourada e fortalecer a nossa aura com a sua protecção e energia.

Seguidores

Follow by Email

“O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo.

O que for o teu desejo, assim será tua vontade.

O que for a tua vontade, assim serão teus atos.

O que forem teus atos, assim será teu destino.”

Brihadaranyaka Upanishad

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.
Seja LUZ !!!

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR
Desperte para a regeneração da alma e do próprio corpo físico, começando por se desintoxicar daquilo que desequilibra a tua saúde física. Depure e purifique teus pensamentos, olhando mais para o Sol da verdade, do que para as nuvens da ignorância. Quem se faz luz não teme a escuridão, nem nevoeiros passageiros. Sabe que tudo que não for essencialmente divino, passa e se transmuta. Sendo assim, transmute-se!